Poliestilo #BemEstar

 

SUBA, DESÇA E FIQUE EM FORMA

Você pode queimar mais de 500 calorias com 30 minutos subindo e descendo escadas, por ser uma atividade que exige grande esforço!!!

 

Antes de gastar seu dinheiro em um equipamento de ginástica caro para a sua casa, olhe ao seu redor.

Se há algumas escadas próximas, você já tem tudo o que precisa para entrar em forma. Subir e descer escadas está virando febre nas grandes cidades do Brasil e do mundo e sendo considerado o exercício do momento. A prática já tem até uma musa, a apresentadora Sabrina Sato. E não é a toa que tem atraído tanta gente: ao subir e descer escadas são trabalhados músculos diferentes, por isso é recomenda- do combinar as duas atividades. Elas ajudam a tonificar as panturri- lhas, glúteos e quadríceps e a redu- zir gordura.

 

A influenciadora digital Poliana Queiroz adquiriu o hábito de se exercitar na escada durante o período que fez academia período com um personal trainner em Rio Preto duas vezes por semana e subir e descer escadas fazia parte do treinamento. “Além de treinar, pelo menos uma vez por semana eu ia lá para fazer escada e mais algum exercício”, conta. No início do ano, ela decidiu investir nos exercícios funcionais na luta. “Como criei o hábito de me exercitar dessa forma e na nova academia não tem escada, comecei a fazer na escada do meu prédio pelo menos uma vez por semana”, diz Poliana que mora no sétimo andar.

 

500 calorias a menos

Por ser uma atividade que exige grande esforço, você pode queimar mais de 500 calorias com 30 minutos su- bindo e descendo escada, segundo o American College of Sports Medicine É o equivalente a uma hora de musculação ou caminhar por duas horas.

Os treinos podem ser feitos em lo- cais diferentes garantindo variação de intensidade e extensão. Até mesmo os elevadores estão sendo deixa dos de lado por adeptos da escadarias. “Subir e descer escadas é uma atividade aeróbica muito eficaz para trabalhar os músculos das pernas, queimar gorduras da parte inferior do corpo, gastar energia, com isso a frequência cardíaca e a capacidade pulmonar melhoram notavelmete”, explica a fisioterapeuta Danielle Fontes. Além de auxiliar na redução de peso, traz efeitos positivos na saúde a curto, médio e longo prazo.

Quer mais benefícíos? Subir e descer escadas ajuda a reduzir o nível de colesterol ruim no sangue e a probabilidade de adquirir enfermidades crônicas como problemas cardiovasculares, diabetes e até mesmo alguns tipos de câncer, proporcionando energia e vitalidade. “Quando o tempo é uma questão restritiva, verifique as oportunidades em volta do ambiente como trocar o elevador pe la escada. “A dica é olhar ao redor e prestar atenção em atitudes simples que podem ser transformadas em mais movimento”, explica o preparador físico.

Mas para que você tenha todos os benefícios que a atividade oferece, o educador físico Hecio Bottaro Jr., do Studio Vida em Movimento, dá uma dica: “Não faça esses exercícios de forma desordenada e com pressa e, sim, dentro dos seus limites”, sugere. Procure fazer as primeiras vezes em degraus menores e determine uma quantidade e vá elevando de acordo com sua melhora semanal

BENEFÍCIOS DE SUBIR E DESCER ESCADAS

Fortalece os membros inferiores com ênfase principal nos quadríceps e glúteos. Tonifica pernas de modo geral e toda a musculatura dos membros membros inferiores.
Melhora a vascularização, ou seja circulação, e, consequentemente, melhora o transporte de oxigênio

e nutrientes para os músculos. Melhora a capacidade cardiopulmonar, fazendo com que o praticante tenha uma um maior resistência ao decorrer de atividades diárias.

Aumenta o gasto calórico devido a grande utilização de energia pelos membros. Isso porque são

os maiores músculos do nosso corpo, fator primordial para a redução de peso.
Associada a uma alimentação correta, combate a celulite. Isso porque o exercício auxilia na redução nos tamanhos das células adiposas.

Fonte: Hecio Bottaro Jr, educador fisico

Contraindicações

Se você se interessou pelo exercício, deve ficar atento

que existem algumas con- traindicações. “ Quem pos- sui algum tipo de lesão no tor- nozelo, quadris, joelhos e co- luna deve repensar os planos de se exercitar nas escadas”, explica a fisioterapeuta Da- nielle Fontes. Já quem está muito acima do peso precisa de mais cautela para não ad- quirir problemas no joelho.

E para finalizar, os ido- sos também devem tomar cuidado com o exercício, por estarem em uma idade que deixa o corpo mais fragi- lizado. A fisioterapeuta, Da- nielle Fontes também orien- ta que todos que desejam ini- ciar qualquer atividade físi- ca, consulte o médico antes de começar, para saber a in- dicação recomendada.

Dicas importantes

1- Portadores de algum tipo de doença degenerativa ortopédica como artrite, artrose, lesões de meniscos e ligamentos devem evitar devido ao alto impacto.

2-Utilize calçados apropriados, ou seja, com solado que amortece o impacto nas pisadas.

3-Faça um prévio aquecimento e alongamento para evitar algum tipo de contratura ou distensões.
4- Aos primeiros sinais de algum tipo de dor ou edema (inchaço) articular, coluna, joelhos, tornozelos e quadril, pare os exercícios imediatamente, permanecendo os sintomas procurar um ortopedista.Fonte: Hecio Bottaro Jr, educador físico.
Matéria – Bem Estar 27/08
Diario Da Região/ Rio Preto 

Gisele Bortoleto gisele.bortoleto@diariodaregiao.com.br

Fotógrafo –  Guilherme Bassi / Diário da Região

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *